No Fórum Empresarial do Lide, em São Paulo, Ratinho Junior afirma que o Paraná é moderno, responsável e preparado para o futuro

Declaração do governador Ratinho Junior foi feita durante o 18° Fórum Empresarial do Lide. Ele apresentou as potencialidades do Estado e falou sobre o planejamento estratégico da atual gestão para preparar o Paraná para as próximas décadas.

O governador Carlos Massa Ratinho Junior apresentou o novo modelo de concessões e parcerias público-privadas do Paraná, além do planejamento do Estado para a próxima década. Ele participou, junto com empresários e investidores, do Fórum Empresarial do Lide, Grupo de Líderes Empresariais, em Campos do Jordão, no estado de São Paulo. O governador falou sobre a saúde das finanças públicas e o novo ciclo de investimentos em infraestrutura, visando tornar o Paraná um hub logístico da América Latina. Ratinho Junior também destacou a geração de quase 28 mil novas vagas no primeiro bimestre, e o aumento de 25% na criação de empresas no período. Na área de concessões, afirmou que o Paraná se prepara para parcerias nos setores de saúde, iluminação pública, presídios, unidades de conservação, turismo e na infraestrutura de transportes. O governador falou ainda sobre a construção de um ambiente tecnológico que una as sete universidades públicas estaduais, a Celepar, a Fundação Araucária e outros centros de pesquisa do Estado, além de um escritório no Vale do Silício. Ratinho Junior afirmou que o objetivo é aproveitar a produção acadêmica em prol do desenvolvimento do Paraná, de alternativas inovadoras para as empresas e da geração de emprego e renda. Por fim, disse que o Estado prepara um Banco da Mulher, a redução de taxas para pequenos empresários e crédito para produtores rurais. Entre as medidas anunciadas por Ratinho Junior também estiveram inovações tecnológicas como o aplicativo Paraná Serviços, além da celeridade no registro de empresas na Junta Comercial. A apresentação do governador aconteceu no 18° Fórum Empresarial do Lide. A instituição, fundada em 2003, reúne líderes de empresas nacionais e estrangeiras com o objetivo de difundir e fortalecer os princípios éticos de governança corporativa no Brasil.

Comentários