Árvore solar digital leva acesso à internet para população

No Oeste do Estado, árvores digitais solares estão levando acesso à internet para a população.

Uma estrutura semelhante a de uma árvore, mas em que os galhos são painéis fotovoltaicos que geram energia para carregar dispositivos e ainda transmitem wi-fi para quem está próximo. Assim são as árvores digitais solares, que estão presentes em 16 municípios do Oeste do Paraná, por meio de uma parceria entre a Itaipu e Conselho de Desenvolvimento dos Municípios Lindeiros.

A iniciativa já contabilizou mais de 170 mil acessos desde que entrou em funcionamento em novembro, a partir de uma ação piloto implantada na Praça da Paz, em Foz do Iguaçu. Diante da ótima aceitação e benefício oferecido pelo sistema, a Itaipu sugeriu ampliar para os demais municípios lindeiros, além de instalar uma segunda árvore em Foz, localizada no Terminal de Transporte Urbano (TTU).

Instaladas em locais com grande fluxo de pessoas, as árvores são alimentadas por energia solar, que é acumulada em baterias que carregam os celulares ou outros eletrônicos em 16 conectores. Já o sistema Wi-Fi pode manter até 100 conexões sem fio simultâneas.

Além de oferecer à população acesso a informações e entretenimento da internet, o Projeto Árvore Digital tem o objetivo de promover a integração entre o poder público e o cidadão. Por meio delas, as prefeituras podem se comunicar com a população, utilizando os e-mails oferecidos no cadastro de acesso à árvore para enviar materiais institucionais, como campanhas de vacinação, de pagamento de IPTU, de coleta seletiva, entre outras.

Texto: Vacy Álvaro

Comentários