Paraná desenha plano de combate à febre amarela

Folha de pagamentos da Paranaprevidência vai passar por avaliação. Brasil conta com mais de 800 cervejarias e a região Sul se destaca 45% da produção nacional. Confira o Giro de Notícias.

O Paraná está formulando um plano de ação para combate à febre amarela. A vacinação está sendo intensificada em função do aparecimento de casos da doença em São Paulo, perto da divisa com o Paraná. Até o momento, duas equipes foram formadas para intensificar a busca ativa por pessoas para serem vacinadas nos municípios de Dr. Ulisses, Cerro Azul, Adrianópolis, Tunas do Paraná e Bocaiúva do Sul, os mais próximos da divisa com São Paulo. Devem se vacinar todas as pessoas que tenham entre nove meses e 59 anos, 11 meses e 29 dias. A vacina está disponível em todas as unidades de atendimento, todos os dias da semana.

Paranaprevidência

Uma auditoria externa será contratada para fazer a avaliação da folha de pagamentos dos servidores estaduais ativos e inativos da Paranaprevidência. A justificativa para a ação seria de que todos os contratos e contas do governo estão passando por uma revisão a fim de se ter um retrato exato da saúde financeira do Estado.

Cerveja artesanal

A produção de cervejas artesanais no Brasil já conta com mais de 800 cervejarias e a região Sul se destaca nesse cenário, com 45% da produção nacional. Os dados são do novo levantamento feito pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. O estudo ainda revela que o Paraná é um o destaque da região Sul, já que tem crescimento na produção de 20% ao ano deste 2011. O setor cervejeiro gera aproximadamente 500 empregos diretos e 2 mil e 500 indiretos, de acordo com dados da Associação das Microcervejarias do Paraná.

Comentários