Antonina decreta situação de emergência por causa de febre amarela

Antonina decreta situação de emergência. Defesa de Lula tem até 25 de fevereiro para recorrer da sentença. Ratinho Junior reuniu-se com lideranças para tratar da duplicação da PR-323. Confira no Giro de Notícias.

A Prefeitura de Antonina, no Litoral, publicou um decreto que declara situação de emergência em razão do possível surto de febre amarela na região. O documento foi assinado pelo prefeito José Paulo Vieira Azim (PSB) na última sexta-feira (1º) e publicado em Diário Oficial ontem. Segundo o decreto, as Unidades de Saúde do município deverão funcionar em horários especiais a serem definidos pela Secretária de Saúde. No último mês, três macacos foram encontrados mortos na região e um homem, de 21 anos, morador da cidade, contraiu o vírus e recebe tratamento no Hospital Regional do Litoral, em Paranaguá.

Lula

A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) tem até o próximo dia 25 de fevereiro para recorrer da sentença proferida pela juíza Gabriela Hardt, responsável interina pelos processos da Operação Lava Jato em primeira instância. Nesta quarta-feira (7), a magistrada condenou o petista a 12 anos e 11 meses de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro no processo envolvendo o Sítio de Atibaia, em São Paulo. A ação aponta que empreiteiras teriam feito obras de melhorias na propriedade rural em troca de contratos com a Petrobras. Lula nega ser dono do sítio.

PR-323

O governador Carlos Massa Ratinho Junior reuniu-se nesta quarta-feira (6), em Umuarama, com lideranças e prefeitos do Noroeste para tratar da duplicação da PR-323 e anunciou a elaboração de projetos executivos para obras na rodovia. O governo vai aplicar aproximadamente R$ 45 milhões para a elaboração de projetos de infraestrutura, entre eles o da PR-323.

Comentários