Polícia prende 282 homens por violência contra a mulher no Paraná

Entre as prisões em flagrante, as unidades com maior número de registros foram a Divisão Policial Metropolitana, que prendeu 33 suspeitos, a Delegacia da Mulher da Capital, a Delegacia da Mulher de Ponta Grossa e a Delegacia da Mulher de Maringá.

A Polícia Civil do Paraná prendeu 282 homens por prática de crimes contra a mulher em todo Estado nesta última semana. Os dados são do balanço da Operação Respeito, divulgado nesta sexta-feira em Cascavel, na região Oeste. Do total de presos, 241 suspeitos foram autuados em flagrante por violência doméstica e outros 41 foram detidos por mandados de prisão, incluindo suspeitos de autoria de feminicídio. Segundo o coordenador da operação e delegado-chefe da Divisão de Polícia Especializada, Alexandre Macorin de Lima, a maioria dos crimes foi de ameaça e agressões físicas. Ele destacou que divulgar as ações é uma forma de mostrar que a violência pode ser combatida. Apesar de a Operação Respeito ser pontual, o coordenador da operação afirma que o trabalho de combate à violência contra a mulher é rotineiro. Existem 20 Delegacias da Mulher no Paraná. Todas as prisões geram inquérito, o que reforça o poder de investigação e punição diante deste tipo de crime. A escolha do período de Carnaval para a força-tarefa foi motivada pelo aumento no consumo de bebida alcoólica durante as festas e a ocorrência de crimes dessa natureza. Os locais de prisão foram diversos, desde blocos de Carnaval até residências. A ação da Polícia Civil contou com o apoio da Polícia Militar e Guarda Municipal, que colaboram através da Patrulha Maria da Penha. A delegada-chefe da Subdivisão Policial de Cascavel, Mariana Antonieta Badotti, lembra que a violência contra a mulher não se resume ao enfrentamento por parte da segurança pública, mas também pelo atendimento multidisciplinar. De acordo com a delegada, um diagnóstico realizado em Cascavel constatou alguns padrões nos casos de violência contra a mulher. Em 2019 foram registrados um feminicídio consumado e 3 tentativas na cidade de Cascavel, além de outras duas tentativas de feminicídio em cidades vizinhas. A Operação Respeito conta com a participação de 250 policiais civis e recebeu este nome em lembrança ao Dia Internacional da Mulher.

Comentários