IAT de Ponta Grossa distribui mudas nativas frutíferas em troca de alimentos

As mudas foram solicitadas pelo sistema do Instituto Água e Terra (IAT), preparadas para doação, mas não foram retiradas. Diante disso, o Instituto decidiu distribuir em troca de alimentos que vão ajudar famílias carentes.



Moradores de Ponta Grossa, nos Campos Gerais, podem trocar alimentos não perecíveis por mudas nativas frutíferas. As mudas serão distribuídas nesta quarta-feira (09), no sistema drive trhu, pelo Escritório Regional do Instituto Água e Terra (IAT), vinculado à Secretaria estadual do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo.

A ação conta com a parceria da Prefeitura de Ponta Grossa, que vai destinar os alimentos arrecadados para famílias impactadas pela pandemia. Com a doação de um quilo de alimento não perecível, é possível retirar duas mudas. A expectativa com a troca é arrecadar mais de uma tonelada de produtos para serem doados.

Estão disponíveis 2.350 mudas que foram solicitadas pelo sistema do IAT e não foram retiradas pelos requerentes. São espécies de araçá, gabiroba, pitanga, cerejeira, aroeira e canafístula. O chefe regional do IAT em Ponta Grossa, Ivan Loureiro, explica que quando o órgão recebe o pedido via sistema as mudas são retiradas da estufa e preparadas para entrega.

“Essa muda tem um período para ser encaminhada ao requerente, senão ocorre o enovelamento no tubete e podemos perdê-la. São espécies frutíferas nativas e específicas para arborização, ou seja, ideais para serem plantadas no quintal das pessoas”, afirma.

DRIVE TRHU - A entrega de alimentos e a retirada de mudas pelo drive trhu podem ser feitas das 9h às 17h, nesta quarta-feira (09), na sede do Escritório Regional do IAT, localizada na Rua Balduíno Taques, 217, no Bairro Estrela.

Comentários