Vestibular de Primavera da UEPG tem mais de 9 mil inscritos

O curso mais concorrido é Medicina; seguido de Odontologia; Engenharia de Software; Direito Noturno; e Enfermagem. Os candidatos disputam 725 vagas, distribuídas em 39 cursos de graduação.



A Coordenadoria de Processos de Seleção da Universidade Estadual de Ponta Grossa (CPS-UEPG) divulgou nesta semana a concorrência do Vestibular de Primavera. São 9.114 inscritos para as provas, que nesta edição serão aplicadas em um só dia (manhã e tarde), em 26 de setembro, para entrada de alunos no ano letivo de 2022.

O curso mais concorrido é Medicina, com 283,3 candidatos por vaga; seguido de Odontologia, com 18,4 candidatos/vaga; Engenharia de Software (18,2); Direito Noturno (18); e Enfermagem (17,8). Os candidatos disputam 725 vagas, distribuídas em 39 cursos de graduação.

A pandemia de Covid-19 impactou a participação dos alunos nos concursos vestibulares. Ainda assim, o coordenador da CPS, Edson Luiz Marchinski, comemora o número de inscritos. “É um número considerável para o Vestibular de Primavera, comparando o Vestibular realizado em maio, quando unificamos os Vestibulares de Inverno e Verão de 2020 e tivemos 9.904 candidatos”, disse.

Dos candidatos, cerca de 15% são de outros estados ou países e a maioria (85%) reside no Paraná. Para 75% dos candidatos, essa não é a primeira participação em um concurso vestibular.

PROVAS - As provas vocacionadas acontecem pela manhã, com três horas de duração, abertura dos portões de acesso às 8h e fechamento às 8h30. À tarde, os portões abrem às 13h30 e fecham às 14h para a realização das provas de conhecimentos gerais e redação, que têm duração de quatro horas.

O ensalamento será divulgado no dia 26 de agosto. São locais de prova em escolas, colégios e universidades em 13 cidades, com uma novidade: farão parte do Vestibular de Primavera a Penitenciária Estadual de Ponta Grossa e a Cadeia Pública Hildebrando de Souza.

Segundo o coordenador da CPS, é um ganho na inclusão social. “A possibilidade de aplicação das provas na Penitenciária e na Cadeia Pública faz com que a UEPG proporcione a ressocialização dos apenados e a sua reinserção no mercado de trabalho”, completou.

BIOSSEGURANÇA - Por conta da pandemia, as provas deverão seguir um protocolo de biossegurança. Haverá um número reduzido de candidatos por local de prova, para evitar aglomerações e a entrada dos candidatos nas salas acontecerá de forma escalonada.

O protocolo de biossegurança contempla uma série de medidas antes, durante e depois das provas para garantir a segurança de candidatos e colaboradores. Os procedimentos gerais de prevenção são o uso obrigatório de máscaras; distanciamento social de pelo menos 1,5m nas áreas de fluxo, entrada e salas de provas, com entrada de maneira escalonada; higiene frequente das mãos com água e sabão e/ou álcool em gel 70%; dentre outras.

Os locais receberão uma série de adaptações para garantir a segurança de todos, além de higienização cuidadosa antes e depois das provas. Outras medidas estão disponíveis no Protocolo de Biossegurança completo e mais informações sobre o Vestibular, no site da CPS.

Comentários