Homologado o resultado da chamada pública da agricultura familiar para alimentação escolar

Neste ano houve uma expansão de 39% em relação à oferta do ano anterior (2021). Antes, 191 municípios eram atendidos com alimentos orgânicos. Agora, alunos das escolas de 315 municípios irão receber os produtos orgânicos.



As associações e cooperativas da agricultura familiar que se cadastraram na Chamada Pública para fornecimento de alimentos do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), em 2022, podem verificar se os seus projetos de venda foram homologados. Os resultados saíram nesta semana. As inscrições analisadas foram feitas até 13 de janeiro de 2022. Serão contratados diretamente da agricultura familiar R$ 120 milhões em alimentos para atendimento de 2022 até junho de 2023.

O objetivo é oferecer aos estudantes da rede estadual de ensino refeições com diversidade de alimentos e produtos in natura. Segundo o diretor-presidente do Instituto Paranaense de Desenvolvimento Educacional (Fundepar), Marcelo Pimentel Bueno, a agricultura familiar sempre entrega alimentos mais frescos e com um teor nutricional mais alto que aqueles produzidos em larga escala, sendo um fator de maior importância para a nutrição dos alunos. “Além disso, ao comprarmos produtos paranaenses para as refeições do ano letivo investimos na economia do Paraná”, disse.

Os produtos oriundos da agricultura familiar contribuem para que os alunos preservem um hábito alimentar saudável, além de valorizar aspectos culturais e regionais. Ao respeitarem a produção local, geram uma maior aceitabilidade entre os estudantes de diversas regiões do Paraná.

A compra dos produtos ainda promove geração de renda na área rural e estimula a continuidade das famílias no campo. Em 2021, cerca de 25 mil pequenos agricultores foram beneficiados com a contratação pela chamada pública. Foram quase R$ 75 milhões destinados para a compra de mais de 12,2 milhões de quilos de produtos da agricultura familiar.

ALIMENTOS - Serão fornecidos 15 grupos de alimentos, entre frutas, hortaliças, temperos, pães, leite, iogurte, suco e polpa de fruta, feijão, arroz, morango, milho para pipoca, ovos, entre outros. Os alunos terão acesso a alimentos mais saudáveis e in natura, produzidos no próprio Paraná, sendo aproximadamente 20% destes alimentos orgânicos, e de base agroecológica.

ORGÂNICOS - Neste ano houve uma expansão de 39% em relação à oferta do ano anterior (2021). Antes, 191 municípios eram atendidos com alimentos orgânicos. Agora, alunos das escolas de 315 municípios irão receber os produtos orgânicos.

Comentários