Rede Família Solidária já auxiliou 89 instituições com alimentos

A rede de voluntários repassou até o momento, desde o início da pandemia, mais de 20 toneladas de alimentos, 5 mil litros de produtos de higiene e limpeza e 16 mil máscaras protetoras descartáveis para as entidades sociais. Saiba como doar.

Desde o início da pandemia do novo coronavírus, a Secretaria de Estado da Justiça, Família e Trabalho desenvolve diversas ações em prol dos mais vulneráveis. Além de medidas e recomendações para diminuição do risco de contaminação, promoveu diversas parcerias entre a rede de voluntários Família Solidária e empresas que contribuíram. Já foram beneficiadas 89 instituições sociais prioritárias que acolhem idosos crianças, adolescentes, famílias e deficientes em vulnerabilidade social.

A rede repassou, desde o início da pandemia, mais de 20 toneladas de alimentos, 5 mil litros de produtos de higiene e limpeza e 16 mil máscaras protetoras descartáveis para as entidades sociais.

“Muito importante ver que as empresas e pessoas físicas também entraram nessa corrente do bem, ajudaram e praticaram um ato de solidariedade. As instituições sociais precisam muito do apoio de todos”, destacou o secretário estadual da Justiça, Ney Leprevost.

LINHA DE FRENTE - De acordo com a representante da Associação de Moradores e Amigos Nova Jerusalém, no bairro Cajuru, Regina Lima, esta doação é muito importante para ajudar as famílias que perderam empregos e renda. “Pedimos que todas as pessoas que puderem continuem doando, pois, a gente que está na linha frente, na comunidade, acompanhando o dia a dia dessa população, sabe como está difícil o momento. O importante agora é poder ajudar essas famílias que estão necessitando de alimentos e itens básicos de higiene”.

João Carlos da Silva, da Associação dos Moradores do Projeto Vizinhança Beneficente, do bairro Uberaba, reforça o pedido. “Recebemos as doações e só temos a agradecer a todos que estão apoiando. Nosso trabalho é ajudar as famílias nas periferias e por isso continuamos pedindo que as pessoas doem, pois, o momento não é fácil, mas juntos vamos superar e passar por mais essa”.

O MOMENTO É DE AJUDAR - Pessoas físicas também podem fazer doações à rede de voluntários Família Solidária em todo o Estado. Os itens podem ser encaminhados aos Escritórios Regionais da Secretaria de Estado da Justiça, Família e Trabalho. Em Curitiba, devem ser entregues no Centro de Recebimento de Doações na Paróquia São Braz (Rua Antônio Escorsin, 1840 – São Braz), de segunda a sexta-feira, das 13h às 17h. Mais informações podem ser obtidas pelo Whatsapp (41) 99214-3438 ou pela página da Rede Família Solidária no Facebook.

Comentários