Governador Ratinho Junior afirma que proteção à criança é prioridade no Paraná

A Força-Tarefa responde a uma preocupação recorrente do aumento nos registros de violência contra as crianças no Paraná. Apenas no ano passado, 1.440 foram alvo de diversos crimes, segundo estatísticas do Disque-Denúncia 181.

O Paraná tem a segurança e o desenvolvimento das crianças como prioridade, afirmou o governador Carlos Massa Ratinho Júnior nesta quinta-feira, no lançamento da Força-Tarefa Infância Segura de Prevenção e Combate a Crimes Contra a Criança. A iniciativa, idealizada pela Secretaria de Justiça, Família e Trabalho, envolve o Governo do Estado, Tribunal de Justiça, Ministério Público Estadual e diversas entidades da sociedade. Todos firmaram um compromisso de integrar ações e direcionar esforços necessários para enfrentar a violência contra as crianças. Segundo Ratinho Junior, o objetivo é tornar o estado um ambiente seguro para as crianças. A iniciativa congrega diversos órgãos e as políticas públicas dos sistemas de justiça, segurança, assistência social, educação e saúde, com ações coordenadas para o acolhimento e atendimento integral às crianças vítimas de violência. O secretário da Justiça, Trabalho e Família, Ney Leprevost, afirmou que a Força-Tarefa responde a uma preocupação recorrente do aumento nos registros de violência contra as crianças no Paraná. A Força-Tarefa estabeleceu doze ações para os próximos meses para efetivar esses compromissos. Elas passam por operações ostensivas das forças de segurança, seminários de prevenção, investigação de crimes cibernéticos, acolhimento, comunicação com a sociedade para estabelecer uma cultura de proteção, interconexão com os municípios e criação de centros integrados de atendimento nos moldes dos serviços já disponibilizados à mulher. O presidente do Tribunal de Justiça do Paraná, Adalberto Xisto Pereira, destacou durante a assinatura do termo de cooperação, que o Poder Judiciário tem como função primordial a defesa dos direitos dos cidadãos. Ele também citou um compromisso com a rede de proteção nos processos que envolvem crianças. Para Renann Ferreira, presidente do Conselho Estadual de Direitos da Criança e do Adolescente, a Força-Tarefa reverte o desmonte do enfrentamento à violência no Paraná. A primeira ação concreta da Força-Tarefa será realizada no Carnaval. As forças de segurança farão a fiscalização ostensiva por meio de operações integradas com objetivo de detectar e adotar medidas em face de ilícitos envolvendo crianças e adolescentes, como a venda de bebidas alcoólicas a menores, por exemplo. A Secretaria da Justiça, Família e Trabalho fará uma campanha de conscientização, sensibilização e orientação sobre violência e acesso aos canais de denúncia do Estado. As ações serão realizadas nos pedágios, blocos de carnaval, cidades litorâneas e do interior que contam com programação festiva.

Comentários