Paranaense é a brasileira mais jovem a completar o Canal da Mancha

Mariana Chevalier, 16 anos, e completou a travessia em 11 horas e 55 minutos. Ela e o técnico foram contemplados na edição de 2020 do programa Geração Olímpica, do Governo do Estado.

A atleta paranaense Mariana Chevalier fez história e se tornou a brasileira mais jovem a concluir a travessia do Canal da Mancha. Aos 16 anos, a nadadora iniciou o trajeto de aproximadamente 33 quilômetros às 5h30 da manhã quinta-feira (30/07), a (1h30 horário de Brasília) e o completou em 11 horas e 55 minutos.

Mariana e Julio Wood Saldanha, técnico da atleta, foram contemplados na edição de 2020 do programa Geração Olímpica, promovido pelo Governo do Estado e com patrocínio exclusivo da Copel.

A atleta conta que a preparação não foi fácil, mas que continuou motivada justamente por conta da complexidade do desafio. “Quando eu soube que era a travessia mais difícil que tem, pensei que seria uma ótima prova pessoal”, diz ela.

“Tínhamos todo um planejamento para fazer, mas ele teve que ser modificado por conta da pandemia e por isso a minha preparação não chegou a ser 100% para o Canal”, conta.

O recorde anterior era da paraibana Kay France, que realizou a prova com 17 anos em 1979. A partida do desafio é realizada em Dover, sul do Reino Unido, e a chegada é no Cabo Gris-Nez, norte da França.

TREINAMENTO - “Por conta da pandemia, uma coisa que deu muito certo foi o treinamento na água gelada. Como fui treinando em várias piscinas sem aquecimento e a água do canal é bem gelada, então fiquei 3 meses sem cair em água quente. Isso foi muito bom, pois a água gelada era algo que me preocupava bastante”, contou Mariana.

“Também levei queimaduras de água-viva nos braços e rostos e acabei presa em uma correnteza 2 horas sem conseguir sair do lugar. No final deu tudo certo e estou muito feliz”, finaliza a atleta.

Comentários